Foto: Antonio Trivelin
Menu
Guias
Turismo de Negócios

PROGRAMA RECEPTIVO TURISMO DE NEGÓCIOS

      A globalização da economia, o desenvolvimento tecnológico e o consequente aprimoramento dos meios de transporte e de comunicação, entre outros fatores, facilitaram e estimularam a movimentação turística mundial e, de modo especial, os deslocamentos para fins de conhecer, trocar informações, promover e gerar negócios. Configura-se, assim, o segmento da oferta turística denominado Turismo de Negócios & Eventos.

      No que se refere à área de eventos, a conquista de referências em desenvolvimento tecnológico e científico, a profissionalização e as estruturas do setor são alguns dos fatores para o crescimento do segmento. Aliam-se a esses fatores as opções de lazer relacionadas à diversidade dos recursos naturais e culturais. Esse desenvolvimento pode ser exemplificado com o crescimento do setor de feiras, uma excelente ferramenta na comercialização de produtos. As maiores e mais significativas feiras comerciais da América do Sul estão sediadas no Brasil, em especial aquelas referentes aos produtos nos quais o país possui liderança. (Fonte: NEGÓCIOS & EVENTOS: Orientações Básicas 2ª Edição – Ministério do Turismo – 2010)

GUIA DE TURISMO DE NEGÓCIOS

Clique na imagem abaixo para abrir o Guia de Turismo de Negócios, com conteúdo Português/Inglês. Também é possível fazer o download deste material em PDF.

capa_guia_negócios_web_final_abril_2016


VÍDEO TURISMO DE NEGÓCIOS

PESQUISA DE TURISMO DE NEGÓCIOS EM PIRACICABA

Clique na imagem abaixo para abrir a pesquisa “Turismo de Negócios em Piracicaba: Deficiências e Oportunidades de Desenvolvimento”.  Também é possível fazer o download deste material em PDF.

Imagem_Pesquisa
Clicando nos tópicos abaixo é possível acessar outras informações sobre Turismo de Negócios na cidade de Piracicaba:

TURISMO DE NEGÓCIOS E EVENTOS

      Segmento de Turismo de Negócios

      Dentre as diversas áreas do turismo, o turismo de negócio é destaque por sua importância para o crescimento da economia de qualquer país ou região, pois esse tipo de turista, além da receita financeira que proporciona ao mercado, quando satisfeito passa a proporcionar visitas mais rotineiras, além do fato de ser um multiplicar de opiniões positivas que atrairão novos turistas ao local.

      Turismo de Negócios & Eventos compreende o conjunto de atividades turísticas decorrentes dos encontros de interesse profissional, associativo, institucional, de caráter comercial, promocional, técnico, científico e social.

      Entende-se por turismo de negócios o conjunto de atividades de viagem, de hospedagem, de alimentação e de lazer praticado por quem viaja a negócios referentes aos diversos setores da atividade comercial ou industrial ou para conhecer mercados, 3/13 estabelecer contatos, firmar convênios, treinar novas tecnologias, vender ou comprar bens ou serviços. (ANDRADE, 1997, P. 73).

      Já para Beni (1997), turismo empresarial ou de negócios é: O deslocamento de executivos e potenciais, que afluem aos grandes centros empresariais e cosmopolitas a fim de efetuarem transações e atividades profissionais, comerciais e industriais, empregando seu tempo livre no consumo de recreação e entretenimento típicos desses grandes centros, incluindo-se também a frequência a restaurantes com gastronomia típica e internacional (BENI, 1997:382).

      Kuazaqui 2000 e Pelizzer (2005) mostram que as viagens corporativas, que correspondem ao deslocamento para o desenvolvimento de atividades profissionais, possuem datas pré-estabelecidas e dificilmente são alteradas durante o percurso; as atividades durante a viagem também são programadas com antecedência e, geralmente, envolvem apenas um indivíduo, ao contrário do turista de lazer, que possui horários mais flexíveis. Suas necessidades muitas vezes são atendidas pelas secretárias, que não se preocupam diretamente com os valores e sim em encontrar os horários dos voos e conexões mais próximos aos solicitados, os hotéis que atendam aos níveis de qualidades exigidos e estejam próximos aos centros de negócios que irão frequentar. (Fonte: Artigo “TURISMO DE NEGÓCIO“- Trabalho de autoria de Antonio Carlos Giuliani e Mauricio Sanita de Azevedo, para o 4º Congresso de Pós Graduação da Universidade Metodista de Piracicaba)

Turistas de negócios representam 25% dos visitantes estrangeiros

      O turismo de negócios tem gerado cada vez mais visibilidade para a economia turística do País. Hoje o segmento é o segundo maior fator de atração de estrangeiros para o Brasil, o que coloca o país na 7ª posição entre os principais receptores de eventos internacionais no mundo, de acordo com a Associação Internacional de Congressos e Convenções (ICCA). É a este mercado, em franca expansão e com impactos significativos nas economias locais, que a Organização Mundial do Turismo (OMT) dedica o sétimo volume da coleção de publicações que abordam temas de interesse do setor.

      De acordo com um estudo do Ministério do Turismo, os turistas de negócios representam uma parcela significativa (25,6%) dos estrangeiros que visitam o País. Seu gasto médio diário, de US$ 127, é quase duas vezes maior que o de turistas de lazer. São Paulo é o principal destino de turismo de negócios do País, segundo o Estudo da Demanda Turística Internacional, publicado em 2013. A capital paulista recebeu 48,3% dos estrangeiros que vieram ao Brasil a negócios. O Rio de Janeiro, com 23,9%, aparece como o segundo destino de negócios do País, seguido por Curitiba (4,4%) e Porto Alegre (4,1%). Fonte: Ministério do Turismo 

Imagem1 - Chegada de Turistas                     Fonte: Ministério do Turismo

Perfil do Turista de Negócios

      Segundo resultados da Pesquisa do Impacto Econômico dos Eventos Internacionais realizados no Brasil (2007/2008¹), é possível identificar algumas características do turista desse segmento, segundo os seguintes aspectos:

* Faixa etária:
– 27% têm entre 25 e 34 anos;
– 35,44% têm entre 35 e 44 anos;
– 23,2% têm entre 45 e 54 anos.

* Grau de formação escolar:
– Cerca de 96% dos participantes possuem nível de formação superior.
Ocupação principal:
– 35,6% são empregados do setor privado.

* Faixa de renda média:
– 38,40% possuem renda mensal de até US$ 3.000,00;
– 27,11% têm renda entre US$ 3.001,00 e US$ 6.000,00;
– 26,20% dos participantes recebem mais de US$ 6.000,00 por mês;
59,3% viajou sozinho e 14,6% viajou com cônjuge/namorado (a).

* Organização da viagem:
– 34,9% com agência de turismo;
– 34% organização sem pacote, organizado pelo próprio turista;
– 20,3% organizada pela empresa onde trabalha.

* Tipo de Hospedagem:
– 97,2% hospedaram-se em hotéis.
Gasto médio diário individual:
– US$ 285,10, sendo o meio de hospedagem o primeiro item, seguido de alimentos e bebidas; compras e presentes; transportes; e cultura e lazer.

* Permanência média no destino:
– 6,8 noites.

* A imagem em relação à cidade sede do evento permaneceu positiva ou chegou a melhorar para 78,8% dos participantes após a viagem;

* Além disso, 81,7% pretendem voltar à cidade do evento e 94,5% ao Brasil. Destes, 82,6% querem retornar a lazer;

* Poder aquisitivo elevado;

*
Representante de organizações e empresas;

*
Exigência de praticidade, comodidades, atendimento e equipamentos de qualidade;

*
Realização de gastos elevados em relação a outros segmentos.

(Fonte: Pesquisa do Impacto Econômico dos Eventos Internacionais Realizados no
Brasil – 2007/2008 – Ministério do Turismo/EMBRATUR/ FGV)

Turismo de Negócios em Piracicaba

      Para Borges e Castellari (2006) É de se esperar que Piracicaba, com parque industrial expressivo, também receba volume significativo de turistas de negócios. Isto se deve tanto à importância de seu perfil econômico, quanto pelo desenvolvimento tecnológico destacado de suas indústrias, centros de pesquisa e universidades.

      Apesar do fluxo de turistas que visitam Piracicaba a lazer, a maior parte dos turistas em Piracicaba é de negócios, responsável por 90% da ocupação hoteleira na cidade (LIZA Jr., 2005). O turismo de negócios cresce no município devido à existência de importantes instituições de ensino superior, centros de pesquisa, indústrias instaladas e empresas prestadoras de serviços, cujos eventos atraem estudiosos, pesquisadores e executivos.

      A oferta gastronômica de Piracicaba é farta e diversificada, com diversas opções de restaurantes e cardápios. O peixe assado no tambor, oferecido pelos restaurantes da Rua do Porto, é considerado o prato típico da cidade.

      A rede hoteleira do município conta com 15 hotéis e dois flats, sendo a grande maioria de categoria econômica. (Fonte: Artigo “Turismo de negócios: uma análise do setor em Piracicaba/SP”, de autoria de Marta Poggi e Borges e Bruno Castellari Pereira, para o Caderno Virtual de Turismo 2006)

CLIMA DE PIRACICABA

      O clima de Piracicaba é tropical de altitude (tipo Cwa segundo Köppen),com diminuição de chuvas no inverno e temperatura média anual de 23,9 °C, tendo invernos secos e amenos (raramente frios de forma demasiada) e verões chuvosos com temperaturas moderadamente altas. O mês mais quente, fevereiro, conta com temperatura média de 24,7°C, sendo a média máxima de 30,3 °C e a mínima de 19,1 °C. E o mês mais frio, julho, com média de 17,7 °C, sendo 25,3 °C e 9,6 °C as médias máxima e mínima, respectivamente. Outono e primavera são estações de transição.

      A precipitação média anual é de 1273,3 mm, sendo julho o mês mais seco, quando ocorrem apenas 28,2 mm. Em janeiro, o mês mais chuvoso, a média fica em 229,5 mm.

      Segundo dados coletados pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (ESALQ) entre 1917 e 2009, a temperatura mínima registrada na cidade foi de -2,6 °C, no dia 2 de agosto de 1955. Já a temperatura máxima foi de 40,2 °C, observada em 18 de novembro de 1985. O maior acumulado de chuva em menos de 24 horas foi de 139,1 mm, registrado no dia 25 de maio de 2004, e o menor índice de umidade relativa do ar (URA) foi de 23%, em 29 de agosto de 1963. (Fonte: WIKIPÉDIA. Desenvolvido pela Wikimedia Foundation. Apresenta conteúdo enciclopédico. Disponível em: verbete Piracicaba. Acesso em: 28 Jun 2016)

Imagem2 - Dados Climatológicos

Link para o clima diário de Piracicaba: AccuWeather.com – Piracicaba – SP – Brasil

MAPA TURÍSTICO - DISTRITOS INDUSTRIAIS


RUAS PIRA-vetor-black

Caso queira acessar este mapa em resolução maior, solicite pelo e-mail setur@piracicaba.sp.gov.br e enviaremos o arquivo.

DISTRITOS INDUSTRIAIS

UNILESTE

      O Unileste foi o primeiro distrito industrial implantado na cidade, no final da década de 70, e atualmente tem 117 empresas instaladas, gerando aproximadamente 15.000 empregos diretos. Com excelente localização, tem facilidade de acesso às principais rodovias da região.

      Para representar os interesses das empresas instaladas no Distrito e de seus colaboradores, foi fundada em 1981 a Aedip – Associação das Empresas do Distrito Industrial Unileste de Piracicaba. Principais empresas localizadas no Unileste: Caterpillar, Delphi, Elring Klinger, Wahler, Wangner Itelpa, Bom Peixe, Cicat, Concrebon, Concivi, Concrepav, Crystal Beer, JSL, Mausa, Rosfrios, Supricel, Tecnal, Tecsol, entre outras importantes. (Fonte: Semdec)

UNINOROESTE

      Criado em 2005, o Distrito Industrial Uninoroeste é outro importante polo industrial de Piracicaba. Localizado na região noroeste da cidade, o distrito é particular e possui infraestrutura própria distribuída em seus 5 milhões de metros quadrados. Nele estão instaladas empresas como C.J. do Brasil e Biomim Brasil Nutrição Animal Ltda entre outras.

      Por estar situado próximo às vias de escoamento de produção, através das principais rodovias da região, é também um dos pólos mais procurados para a instalação de empresas em Piracicaba. Embora seja particular, o Uninoroeste recebe os mesmos incentivos fiscais que os demais distritos. (Fonte: Semdec)

UNINORTE

      Lançada há mais de 20 anos, a proposta do Distrito Industrial UNINORTE foi retomada pela municipalidade e pela Associação das Empresas Donatárias dos terrenos que, em 19 de julho de 2001, fundaram a ADINORTE-Associação das Empresas do Distrito Industrial Uninorte de Piracicaba. Homens de visão, seus idealizadores logo vislumbraram o potencial promissor de Piracicaba, estrategicamente escolhida para colocar em prática um modelo pioneiro de planejamento e desenvolvimento empresarial firmado com base numa PPP- Parceria Público Privada.

      Assim, enquanto as administrações municipais promoviam melhorias, como a reestruturação de rodovias e anéis viários, o novo Distrito Industrial destinava boa parte de seus recursos para obras internas de infra-estrutura que valorizavam ainda mais o investimento, atraindo novas empresas.
     
      Ao longo dos anos, com apoio do poder público, o grupo que representa empresas dos mais diversos seguimentos, assumiu a Administração do Distrito e implantou uma filosofia moderna e eficiente, transformando a área em padrão nacional de qualidade e infra-estrutura. Além de pavimentação asfáltica de alta qualidade e estação autônoma para tratamento de esgoto, o Distrito dispõe também de redes de água e energia elétrica adequadas.

      Em agosto de 2006, quando foi denominado oficialmente de Distrito Industrial Norte Comendador Mário Dedini, o Uninorte reforçava seu perfil agregador, reunindo, então, 20 empresas que, juntas, geravam mais de 1.200 empregos diretos e indiretos.

      Hoje, são 72 empresas associadas em quase um milhão de metros quadrados estrategicamente localizados junto ao Anel Viário, interligando o Uninorte às principais rodovias que unem Piracicaba às cidades da região e às vias de escoamento de produção, como as Rodovias Anhanguera e a dos Bandeirantes.

      Para manter este ritmo de crescimento, os investimentos são constantes, somando algo em torno de R$170 milhões, aplicados em melhorias e projetos de revitalização que garantiram, no período de 2004 a 2007, uma taxa de ocupação superior a 80% e a geração de mais de 8.000 postos diretos de trabalho.

      O nível da estrutura e dos serviços prestados pelas empresas sediadas no Uninorte revelam o tamanho do empenho e dedicação de empreendedores que, além dos altos investimentos em tecnologia e equipamentos, valorizam sobretudo os responsáveis por todo esse dinamismo: o ser humano que gera a mão-de-obra necessária para que o Uninorte se mantenha e se sobressaia como um dos Distritos Industriais mais respeitados e produtivos do país.

      A fórmula do sucesso? Certamente a logística, a fantástica localização, a magnífica infra-estrutura, a força das empresas e, sobretudo, a determinação de pessoas que ousaram acreditar no sonho de transformar o Uninorte num empreendimento de respeito e sucesso.

Localização: www.distritoindustrialuninorte.com.br/localizacao.html
(Fonte: www.distritoindustrialuninorte.com.br)

UNISUL

      Um novo Distrito Industrial está em fase de estudos e deverá ser implantado entre as rodovias SP- 308 (Rodovia do Açúcar) e SP -127 (Cornélio Pires), nas proximidades do Ceasa.
O Unisul, como vem sendo chamado o novo distrito, deverá ter área total, contando ruas e trecho institucional exigido por lei, cerca de 160 mil metros quadrados, divididos em média em lotes de mil metros quadrados.

      A municipalidade será responsável pela implantação do distrito e sua infraestrutura, entretanto, diferentemente do Uninorte, os lotes do Unisul serão comercializados. Em fase de projeto de implantação, a expectativa é que o distrito esteja pronto para comercialização em até 2017.

      Os interessados em fazer parte e adquirir lotes no distrito deverão apresentar à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico uma carta de apresentação contendo algumas informações sobre a empresa. Para mais informações os interessados deverão entrar em contato pelos telefones: (19) 3403-1157 ou 3403-1159 – SEMDEC. (Fonte: Semdec) 

PARQUE TECNOLÓGICO

      Inaugurado em 21 de agosto de 2012, o Parque Tecnológico Piracicaba “Engenheiro Agrônomo Bruno Emílio Germek” (PTP) atualmente é referência para o setor sucroenergético e automobilístico e, fundamental no progresso de Piracicaba e região.

      O PTP é inserido no Sistema Paulista de Parques Tecnológicos, regulamentado pelo Decreto Estadual 50.504, graças à convergência do Governo do Estado de São Paulo e da Prefeitura Municipal de Piracicaba, com o objetivo de promover informação tecnológica, estimular a cooperação entre centros de pesquisa, universidades e empresas, além de dar suporte ao desenvolvimento de atividades empresariais.

      Construído numa área de 774.411,24 mil m², o PTP está em plena atividade e com grandes empresas em funcionamento como o caso da Hyundai Aversa, Raízen Koppert, Benri, Delta CO2, Fatec (Faculdade Tecnológica do Estado de São Paulo), IFSP (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo) e do Núcleo do Parque Tecnológico.

      Os programas de inovação tecnológica, serviços associados e empreendimentos desenvolvidos na área do PTP são voltados para diferentes tecnologias para conversão de fontes de biomassa em combustíveis renováveis – etanol, biodiesel, cogeração de energia, segunda e terceira geração de biocombustíveis e bioprodutos.

Núcleo do Parque Tecnológico: Incubadora de projetos e infraestrutura moderna

      A Incubadora de Projetos é voltada para abrigar projetos de desenvolvimento institucional das empresas, por meio de um trabalho integrado entre todos os envolvidos em pesquisa e inovação que colaboram para maximizar os resultados.

      O Núcleo do PTP conta com estrutura de 24 boxes, quatro células, dois laboratórios, área de convivência, auditório equipado que comporta 193 pessoas, estacionamento, três salas de reuniões, três salas de administração, biblioteca e sanitários. Além disso, a moderna infraestrutura conta com áreas para instalação de centro de pesquisas, unidades universitárias e empresas.

Localização:
Endereço: Rua Cezira Giovanoni Moretti, 600
Jd. Santa Rosa – Piracicaba
São Paulo – Brasil
CEP 13.414-157 (Fonte: Semdec

PARQUE AUTOMOTIVO

      Localizado no bairro Santa Rosa, próximo ao Parque Tecnológico e ao Distrito Industrial Uninorte, um conglomerado de empresas, lideradas pela montadora sul coreana Hyundai, forma um moderno Parque Automotivo em Piracicaba. Instalada juntamente com quatro fornecedores em uma área de 1.390.000 m², a Hyundai aquece não apenas a economia da cidade, como também os setores de comércio e principalmente serviços.

      Com início de produção iniciado no segundo semestre de 2012, estimou-se que a empresa tenha volume inicial de produção em 150 mil automóveis por ano e um investimento em um total de 600 milhões de dólares. Em sua fase inicial de construção foi estimada a geração de cerca de 1500 empregos e 3600 na fase de produção, no período de 2012/2013.

      Ao redor do terreno da montadora, em uma área de 450.000m², estarão se instalando outras seis empresas para fornecimento de componentes e autopeças. Os fornecedores devem investir em torno de 260 milhões de dólares e contratar em torno de 1600 funcionários.

      Para dar suporte ao projeto, a construção de um novo Anel Viário foi realizada. A obra garantirá a continuidade do prolongamento da SP 308 (Rodovia do Açúcar – Salto/Piracicaba) por mais 9 km em pista dupla, passando pela SP 147 (Rodovia Deputado Laércio Cortes – Piracicaba/Limeira) e pela SP 127 (Rodovia Cornélio Pires – Piracicaba/Rio Claro). A duplicação do Anel Viário contribuirá para melhoria do trânsito da cidade, além de diminuir a poluição sonora e ambiental, facilitando o escoamento dos produtos produzidos em Piracicaba, ou abastecendo as empresas.

      Desde sua chegada, a Hyundai tem prestado serviços comunitários junto a instituições beneficentes, trazendo estudantes universitários coreanos como colaboradores deste projeto. A empresa também contribuiu com a Festa das Nações, patrocinou vários eventos relacionados ao município e tem introduzido um pouco da cultura da Coréia do Sul em Piracicaba. (Fonte: Semdec

AEROPORTO

      O Aeroporto Comendador Pedro Morganti, inaugurado no dia 18 de abril de 1942, está atualmente sob responsabilidade da Prefeitura Municipal de Piracicaba.

      Instalado na Estrada de Monte Alegre, nas proximidades da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ), o Aeroporto está a cerca de 2 km do centro urbano de Piracicaba. Sua infraestrutura conta com pista asfaltada de 1.200 metros de comprimento por 30 metros de largura, utilizada para pousos e decolagens de aeronaves de pequeno a médio porte; estacionamento para 65 veículos; terminal de passageiros de 175m², pátio, seis hangares, um alojamento, salas de aula e um simulador de voo.

      Dispõe ainda de sistema de balizamento noturno e farol rotativo que proporciona seu funcionamento durante 24 horas. O Aeroporto não opera linhas comerciais de voo, sendo o Aeroporto de Viracopos, na cidade de Campinas, o mais próximo a oferecer este serviço. (Fonte: Semdec)

Contato e localização:
Telefone: (19) 3434-7401
E-mail: sdpw@piracicaba.sp.gov.br
Endereço: Via Horácio Cerioni, 33
Bairro: Monte Alegre – Piracicaba
São Paulo – Brasil
CEP 13.415-000

AEROPORTOS PRÓXIMOS (VÔOS COMERCIAIS)

VIRACOPOS – Campinas
www.viracopos.com
78 km de Piracicaba
(19) 3725-5000

CONGONHAS – São Paulo – capital
www.aeroportocongonhas.net
165 km de Piracicaba
(11) 5090-9000

GUARULHOS – São Paulo – capital
www.aeroportoguarulhos.net
178 Km de Piracicaba
(11) 2445-2945

PRINCIPAIS ACESSOS RODOVIÁRIOS

Principais rodovias de acesso de Piracicaba a São Paulo (capital):

Imagem4 - Distancias

Rodovias de acesso a Piracicaba:

Imagem5 - Rodovias

CALENDÁRIO DE FERIADOS MUNICIPAIS E FEDERAIS

2016

Imagem3 - Feriados Municipais

CALENDÁRIO DE EVENTOS CORPORATIVOS

Para cadastrar seu evento no site da Setur, preencha o formulário de cadastro (clique aqui e acesse o formulário) envie para o e-mail setur@piracicaba.sp.gov.br – Mais informações pelo telefone (19) 3403-1270 

CALENDÁRIO OFICIAL DE EVENTOS TURÍSTICOS

1º semestre 2016

JANEIRO
Dias 02, 03, 09, 10, 16, 17, 23, 24, 30 e 31 – Feira de Artesanato – Calçadão da Rua do Porto – Casarão do Turismo
Dias 05, 06, 07, 08, 09, 19, 20, 21, 22, 23 – Feira de Artesanato – Praça José Bonifácio
Dia 22 – Concurso para escolha do Rei Momo e Rainha do Carnaval/2016
Dia 23 – 19º Passeio de Barcos no Rio Piracicaba – Largo dos Pescadores
Dias 30 e 31 – City Tour de Verão – Rua do Porto / Shopping Piracicaba
Dia 31 Desfile da Banda Sapucaia – Rua Moraes Barros

FEVEREIRO
Dias 06, 07, 08, 09, 13, 14, 20, 21, 27 e 28 – Feira de Artesanato – Calçadão da Rua do Porto – Casarão do Turismo
Dias 02, 03, 04, 05, 06, 16, 17, 18, 19 e 20 – Feira de Artesanato – Praça José Bonifácio
Dias 06, 07, 13, 14, 20, 21, 27 e 28 – 3ª edição do City Tour de Verão – Rua do Porto / Museu Prudente de Moraes
Dia 06 – Desfile das Escolas de Samba de Piracicaba – Av. Armando Salles de Oliveira
Dia 06 – VIII Desfile do Cordão do Mestre Ambrósio – saída: Praça da Boyes / chegada: Largo dos Pescadores
Dias 06, 07 e 09 – Banda itinerante de Marchinhas de Carnaval – Rua do Porto
Dia 09 – Desfile do Bloco da Ema – saída: Ginásio do Sesc Piracicaba / chegada: Casarão do Turismo
Dia 09 – Apuração das Escolas de Samba de Piracicaba – Salão de Cristal do Clube Coronel Barbosa
Dias 11, 12 e 13 – 5ª Festa da Batata – Largo dos Pescadores

MARÇO
Dias 05, 06, 12, 13, 19, 20, 25, 26 e 27 – Feira de Artesanato – Calçadão da Rua do Porto – Casarão do Turismo
Dias 01, 02, 03, 04, 05, 15, 16, 17, 18 e 19 – Feira de Artesanato – Praça José Bonifácio
Dias 04, 05, 06, 11, 12, 13 – 59º Festa de São José – Local: Paróquia de São José. Av. Marques de Monte Alegre, nº 669. Paulista.
Sextas, sábados e domingos, das 18h às 22h
Dias 05, 06, 12, 13, 19 e 20 – 42º Festa do Milho Verde – Distrito de Tanquinho
Aos sábados (05, 12, 19) – Das 11h às 01h
Aos domingos (06,13, 20) – Das 11h às 20h
Dia 12 – 22º Arrastão Ecológico de Barcos pelo Rio Piracicaba
Horário: das 8h às 12h
De 19 a 27 – Paixão de Cristo de Piracicaba
Horário: todos os dias às 20h

ABRIL
Dias 02, 03, 09, 10, 16, 17, 21, 22, 23, 24, 30 – Feira de Artesanato – Calçadão da Rua do Porto – Casarão do Turismo
Dias 05, 06, 07, 08, 09, 19, 20, 21, 22, 23 – Feira de Artesanato – Praça José Bonifácio
De 01 a 30 – Salão de Aquarelas – Pinacoteca Municipal
(Visitação de segunda a sexta, das 8h às 17h, e aos sábados, das 14h às 18h)
Dia 08, 09, 10 – 3ª Pastel Fest – Casarão do Turismo
Dia 08 – 19h às 23h
Dia 09 – 10h às 23h
Dia 10 – 10h às 22h
Dia 10 – das 10h às 17h – Festival Aerodesportivo Nacional – Festa Aviatória – Aeroporto Comendador Pedro Morganti
Dia 16 – às 9h – Comemoração do dia do rio Piracicaba e 22º Arrastão Ecológico pelo rio Piracicaba – Largo dos Pescadores

MAIO
Dias 01, 07, 08, 14, 15, 21, 22, 26, 27, 28, 29 – Feira de Artesanato – Calçadão da Rua do Porto – Casarão do Turismo
Dias 03, 04, 05, 06, 07, 17, 18, 19, 20, 21 – Feira de Artesanato – Praça José Bonifácio
De 06 a 29 – 18ª Mostra Almeida Junior – Pinacoteca Municipal
(Visitação de segunda a sexta, das 8h às 17h, e aos sábados, das 14h às 18h)
De 11, 12, 13, 14, 15 – 33ª Festa das Nações – Engenho Central
Dia 11 – Quarta-feira – 19h às 22h
Dia 12 – Quinta-feira – 19h às 22h
Dia 13 – Sexta-feira – 19h às 23h
Dia 14 – Sábado – 11h às 23h
Dia 15 – Domingo – 11h às 17h
Dias 21 e 22 – Virada Cultural Paulista – Engenho Central
De 25 a 28 – Encontro Nacional de Corais – Teatro Erotídes de Campos

JUNHO
Dias 04, 05, 11, 12, 18, 19, 25, 26 – Feira de Artesanato – Calçadão da Rua do Porto – Casarão do Turismo
Dias 07, 08, 09, 10, 11, 21, 22, 23, 24, 25 – Feira de Artesanato – Praça José Bonifácio
Dia 05 – Dia Mundial do Meio Ambiente – realização SEDEMA
De 08 a 12 – 9º Minas Fest – Engenho Central
Dias 10, 11, 12, 13, 17, 18, 24 e 25 – Festa do Padroeiro de Piracicaba – Santo Antônio- Praça José Bonifácio
Dias 17, 18 e 19 – 9ª Festa do Vinho – Bairro Santana
Dia 23 – 82ª Festa de São João de Tupi – Distrito de Tupi
Dia 26 – 7ª Corrida Turística da Rua do Porto – Rua do Porto

JULHO
Dias 02, 03, 09, 10, 16, 17, 23, 24, 30, 31 – Feira de Artesanato – Calçadão da Rua do Porto – Casarão do Turismo
Dias 05, 06, 07, 08, 09, 19, 20, 21, 22, 23 – Feira de Artesanato – Praça José Bonifácio
De 01 a 31 – 128 Anos do Mercado Municipal – Mercado Municipal
Dias 02 e 03 – Japão na Praça – Clube NIPO – Praça José Bonifácio
De 03 a 10 – 190ª Festa do Divino Espirito Santo – Largo dos Pescadores
De 05 a 10 – Ateliê da São Paulo Cia de Dança – Engenho Central
Dias 16 e 17 – 12º Pira Caipira – Entorno do Casarão do Turismo
De 17 a 23 – Festival Internacional de Música Erudita de Piracicaba – Teatro Erotides de Campos
Dias 22, 23 e 24 – 20ª Festa da Polenta – De Santa Olímpia – Bairro Santa Olímpia

2ª SEMESTRE

AGOSTO
Dias 06, 07, 13, 14, 20, 21, 27 e 28 – Feira de Artesanato Calçadão da Rua do Porto – Casarão do Turismo
Dias 02, 03, 04, 05, 06, 16, 17, 18, 19, 20 – Feira de Artesanato Praça José Bonifácio
Dia 01 – Festa do Véu da Noiva – Engenho Central
De 05 a 31 – Abertura do 64ª Salão de Belas Artes – Pinacoteca Municipal
(Visitação de segunda a sexta, das 8h às 17h, e aos sábados, das 14h às 18h)
Dias 06 e 07 – 18ª Festa Missionária das Comunidades – Bairro Paulicéia
Dias 04, 05, 11, 12 e 13 – 23ª Festa do Peão de Boiadeiro de Piracicaba – Parque Unileste
Dia (a definir) – Festa de Nossa Senhora dos Prazeres
Dias 20, 22, 23, 24, 25, 26, 27 – 8º Fórum das Tradições Populares de Piracicaba – SESC, Engenho Central
Dia 21 – Missa Caipira – Folclore – Casa do Povoador
Dias 20, 21, 22, 23, 24, 25, 26, 27- Festival CURAU
De 27 a 31 – Salão Internacional de Humor de Piracicaba – Engenho Central
Dia (a definir) – XVII Encontro de Veículos Antigos de Piracicaba – Engenho Central

SETEMBRO
Dias 03, 04, 07, 08, 09, 10, 11, 17, 18, 24, 25 – Feira de Artesanato Calçadão da Rua do Porto – Casarão do Turismo.
Dias 06, 07, 08, 09, 10, 20, 21, 22,23, 24 – Feira de Artesanato Praça José Bonifácio
De 01 a 09 – Salão Internacional de Humor de Piracicaba – Engenho Central
De 02 a 07 – Festival Paulista de Circo – Engenho Central
De 09 a 11 – 6º Encontro Nordestino de Piracicaba – Rua do Porto
Dia 21 – Dia da Árvore – realização SEDEMA
Dias 10 e 11 – 12ª Festa da Mandioca – Distrito de Ártemis
Dias 17 e 18 – Festa da Primavera – Estação da Paulista
De 30 – Abertura 48º Salão de Arte Contemporânea – Pinacoteca Municipal
(Visitação de segunda a sexta, das 8h às 17h, e aos sábados, das 14h às 18h)

OUTUBRO
Dias 01, 02, 08, 09, 12, 13, 14, 15, 16, 22, 23, 29 e 30 – Feira de Artesanato Calçadão Rua do Porto – Casarão do Turismo.
Dias 04, 05, 06, 07, 08, 18, 19, 20, 21 e 22 – Feira de Artesanato – Praça José Bonifácio
De 01 a 31 – 48º Salão de Arte Contemporânea (SAC) – Pinacoteca Municipal
Dias 07 e 08 – Festa de São Benedito – Praça da Catedral
Dias 11 e 12 – Festa da Padroeira Nossa Senhora Aparecida – Praça da Catedral
Dia (a definir) – Coroação de N.S. do Rosário – Bairro da Pompéia
Dia 22 – Marcha para Jesus – Praça José Bonifácio
Mês todo – Aniversário de Santa Terezinha – Bairro Santa Terezinha

NOVEMBRO
Dias 05, 06, 12, 13, 14, 15, 19, 20, 26 e 27 – Feira de Artesanato Calçadão Rua do Porto – Casarão do Turismo
Dias 08, 09, 10, 11, 12, 22, 23, 24, 25 e 26 – Feira de Artesanato – Praça José Bonifácio
De 01 a 06 – 48º Salão de Arte Contemporânea – Pinacoteca Municipal
De 05 a 12 – Festival Internacional de Teatro (Fentepira) – Teatro Erotídes de Campos
Dia 20 – Afropira – Engenho Central
Dia (a definir) – 1ª quinzena – Parada LGBT– encerramento Engenho Central
Dia 11, 12 e 13 – 12ª Festa do Peixe e da Cachaça – Rua do Porto Casarão do Turismo
Dia 19 e 20 – 9ª Festa do Sorvete – Rua do Porto
Dia (a definir) – Projeto Luz & Arte – Engenho Central
Dia (a definir) – Show Canta Noel – Chegada do Papai Noel na Rua do Porto
Dia (a definir) – Abertura da Exposição Casa de Noel

DEZEMBRO
Feira de Artesanato – Calçadão da Rua do Porto – Casarão do Turismo
Feira de Artesanato – Praça José Bonifácio
Dias 01, 02, 03, 08, 09 e 10 – 102ª Festa da Imaculada Conceição – Praça da Imaculada Conceição.
Dia (a definir) – 1ª quinzena – Feira Presente de Natal – Engenho Central
Mês Inteiro – Continuam as Festividades de Natal
(OBS: Os eventos deste calendário estão sujeitos a alterações de data)

HOTELARIA

      Piracicaba possui 17 empreendimentos hoteleiros, em sua maioria de categoria econômica. Na tabela abaixo, confira um referencial das unidades habitacionais do Brasil, São Paulo e Piracicaba:

Imagem6 - oferta hoteleira

HOTÉIS EM PIRACICABA

Antonio’ s Palace Hotel
Av. Independência, 2805 – Alemães
Telefone: +55 (19) 3417-6000 / www.antonios.com.br

Apart Hotel New Life 
Rua Moraes Barros, 555 – Centro
Telefone: +55 (19) 3301-6800 / www.newlifepiracicaba.com.br

Arco Express
Av. Saldanha Marinho, 1515 – Alemães
Telefone: +55 (19) 3373-3000 / www.arcohotel.com.br

Arco Premium
Av. Saldanha Marinho, 1525 – Alemães
Telefone: +55 (19) 3373-3000 / www.arcohotel.com.br

Beira Rio Palace Hotel
Rua Luiz de Queiroz, 51 – Centro
Telefone: +55 (19) 3401-1000 / www.beirariopalacehotel.com.br

Center Flat Hotel e Eventos
Rua José Pinto de Almeida, 877 – Centro
Telefone: +55 (19) 3403-6400 / www.centerflat.com.br

Colina Park Hotel
Av. Doutor Paulo de Moraes, 460 – Castelinho
Telefone: +55 (19) 3422-1555

Hotel 1000
Rua São João, 1530 – Alto
Telefone: +55 (19) 2533-1100/ 2533-1300 / www.hotel1000piracicaba.com.br

Hotel Copacabana Piracicaba
Rua Prudente de Moraes, 1123 – Centro
Telefone: +55 (19) 3422-8962 / www.copacabanahotel.com.br

Hotel Esplanada
Rua Governador Pedro de Toledo, 1337 – Centro
Telefone: +55 (19) 3434-4099 / www.hotelesplanada.com.br

Hotel Nacional Inn Piracicaba
Rua do Rosário, 1358 – Centro
Telefone: +55 (19) 3428-4000 / 3434-9177 / www.nacional-inn.com.br

IHotel
Rua Moraes Barros, 1140 – Centro
Telefone:+55 (19) 3418-1200 / www.ihotelbr.com

Ibis Piracicaba
Av. Armando Césare Dedini, 125 – Vila Areão
Telefone: +55 (19) 2105-5200 / www.ibishotel.com.br

Ibis Budget
Av. Armando Césare Dedini, 155 – Vila Areão
Telefone: + 55 (19) 3372-5150 / www.ibishotel.com.br

Oly Plaza Hotel
Rua XV de Novembro, 1159 – Centro
Telefone: +55 (19) 2302-8326 / 3402-8325 / www.olyplazahotel.com.br

Princeton Hotel
Rua Prudente de Moraes, 543 – Centro
Telefone:+55 (19) 3433-9277 / 3433-5790 / www.hotelprinceton.com.br

Royal Park Hotel
Rua Saldanha Marinho, 555 – Cidade Jardim
Telefone: +55 (19) 3433-6955 / 3434-5091 / www.royalparkhotel.com.br

Saint Paul
Av. Dr. Cássio Pascoal Padovani, 1615 – Morumbi
Telefone: +55 (19) 3414-4115 / 3414-4245 / www.hotelsaintpaul.com.br

ALFABETO FONÉTICO

       O Alfabeto fonético da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) é o alfabeto de soletração mais utilizado no mundo. Ao invés disso, o alfabeto da OTAN define palavras-chave para letras do alfabeto inglês por meio de um princípio acrofônico (Alfa para A, Bravo para B, etc.) para que combinações críticas de letras (e números) possam ser pronunciadas e entendidas por aqueles que transmitem e recebem mensagens de voz por rádio ou telefone independente de seu idioma nativo, especialmente quando a segurança de navegação ou de indivíduos é essencial.

      Apesar de o alfabeto fonético ter sido criado, aperfeiçoado e muito usado pelas organizações militares, a sua recente popularização tem feito com que muitas pessoas o utilizem em suas mais diversas áreas de atuação.

 Alfabeto de Soletração no Turismo

      No caso do alfabeto fonético turismo, ele pode receber algumas pequenas mudanças, pois, como ele é baseado no alfabeto fonético mundial, onde suas palavras são em inglês, é comum que se “aportuguese” ou simplifique alguns dos termos utilizados. De qualquer forma, a sua lógica é a mesma, ou seja, cada palavra corresponde a uma letra do alfabeto, assim, na hora de transmitir uma informação, são usadas as palavras do alfabeto para passar a mensagem. O mesmo acontece com os números de zero a nove, que também recebem palavras para referenciá-los.

Imagem7 - Alfabeto Fonético

AGTECH VALLEY - VALE DO PIRACICABA

agtechvalley

Vale do Piracicaba – Ecossistema de Inovação e Empreendedorismo

Piracicaba é o “Vale do silício” da Tecnologia para a Agricultura?

      A resposta é sim! Mas calma, não iremos comparar obviamente com o Vale do Silício americano, localizado no estado da Califórnia, onde concentram-se as maiores empresas de tecnologia de ponta do mundo, tais como: Intel, Apple, Facebook, Google, Linkedin, HP e muitas outras. O Vale do Silício, ou “Silicon Valley”, nasceu em torno da Universidade de Stanford, e cresceu de uma forma espontânea.

      A formação de recursos humanos, geração de conhecimento e incentivo ao empreendedorismo com os estudantes foi à fórmula perfeita que a academia contribuiu para aquele Ecossistema, juntamente com políticas públicas, como a redução de tributos no ganho de capital das empresas. Também é importante salientar que, mesmo a concorrência entre as grandes empresas de tecnologia, contribui para que elas se desenvolvam e busquem inovar cada vez mais.

Por que Piracicaba?

      Piracicaba tem sua história ligada ao agronegócio, através da cana-de-açúcar, e no início os engenhos já aplicavam a tecnologia para o processamento desta matéria-prima. Com a construção do Engenho Central que se tornaria o maior complexo açucareiro da Província de São Paulo, em 1881, com o uso de equipamentos modernos e abolição da mão de obra escrava, houve a inovação na forma de produção, tornando o munícipio a “capital do açúcar”. No mesmo espaço hoje é abrigado o primeiro e único Museu da Cana-de-Açúcar no país, que conta o ciclo e história do desenvolvimento econômico canavieiro, onde tudo começou.

      Mais tarde, a criação do grupo industrial Dedini consolidou esta vocação sucroalcooleira, desenvolvendo equipamentos para o setor. Sendo hoje o município de Piracicaba responsável pela produção aproximada de 65% de todos os equipamentos consumidos pelo setor sucroalcooleiro nacional.

      Já no início do século XX iniciaria as atividades da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, que viria a ser uma das fundadoras da Universidade de São Paulo, e hoje considerada uma das cinco melhores escolas de agronomia do mundo, e a única destas localizadas na região dos trópicos.

      Com a ESALQ/USP, Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), Fatec, EEP (Escola de Engenharia de Piracicaba), FOP/UNICAMP (Faculdade de Odontologia de Piracicaba) e outras instituições de ensino superior, tornou o município uma cidade acadêmica, formando uma grande quantidade de trabalhadores altamente qualificados.

      Atualmente, esta somatória de geração de conhecimento sediando organizações de pesquisa, incubadoras e empreendedorismo, como o Parque Tecnológico de Piracicaba, referência para o setor sucroenergético, o Centro de Tecnologia Canavieira (CTC) desenvolvendo a primeira variedade de cana transgênica e o etanol de segunda geração e contribuindo com o desenvolvimento sustentável da cadeia, e o Centro de Pesquisa em Energia Nuclear para Agricultura (CENA) além de diversas start-ups e empresas, muitas de porte internacional, voltadas ao agronegócio, originou este Ecossistema Tecnológico.

      A campanha “Vale do Piracicaba”, ou AgtechValley, tem o objetivo de reconhecer, fortalecer e criar uma identificação da sociedade com o nosso ecossistema tecnológico.

E por que isto é importante?

      Com estas ações de rede colaborativa, a adesão dos setores público e privado, se dará praticamente sem custos. Além disso, utilizaremos uma rede de contatos para divulgar esta nossa identificação com a Tecnologia para a Agricultura. Expomos uma Identidade Visual, promovendo um sentimento de Origem dos produtos e serviços relacionados ao nosso vale.

      O que esperamos é uma maior atenção do Brasil e do mundo para a localidade, resultando em:

      – Desenvolvimento das nossas empresas e instituições de ensino;
      – Vinda de novos empreendimentos identificados com a tecnologia para a agricultura;
      – Reconhecimento e fortalecimento de uma cultura de colaboração para inovação.

      Desta forma, utilizando colaboração e criatividade, a economia local beneficia-se, bem como o setor imobiliário, turismo de negócios, prestadores de serviços e fornecedores de produto e matéria-prima, consequentemente gerando renda e empregos.

      Mesmo com economia diversificada, ainda precisamos desenvolver políticas públicas para acentuar esta atratividade e conectividade com o setor tecnológico.

      O “Vale do Piracicaba” não tem dono, ele é um movimento orgânico e pertence a toda sociedade piracicabana, que tem historicamente a tecnologia, inovação e a agricultura nas suas origens. Tornando-se uma comunidade empreendedora, marcada pela colaboração e não pela competição.

(Texto: Sérgio Barbosa e Ana Carolina Borges Pinheiro – Fonte site: www.valedopiracicaba.org)

Site: www.valedopiracicaba.org

CENTROS DE ATENDIMENTO AO TURISTA (CAT)

Casarão do Turismo “Paulo Fioravante Sampaio”
Avenida Alidor Pecorari, 1433
Informações: (19) 3403-1270 / (19) 3422-5115
Horário de funcionamento ao público: aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h.

Parque do Mirante – NEA
Avenida Maurice Allain, s/nº

Informações: (19) 3403-1270
Horário de funcionamento ao público: aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 17h30.

Terminal Rodoviário Intermunicipal
Rua Armando Salles de Oliveira, 2244 – Centro
Informações: (19) 3403-1272
Horário de funcionamento do Centro de Atendimento ao Turista: diariamente, das 13h às 19h. 

CASAS DE CÂMBIO

Para cadastrar seu estabelecimento envie email para setur@piracicaba.sp.gov.br

Confidence Câmbio
Av. Limeira, 722 – Shopping Piracicaba ‎
(19) 3413-5557
www.confidencecambio.com.br

Fast Câmbio
Rua Regente Feijó, 823/825 (dentro do Hipermercado Extra)
(19) 3377-3222
www.fastcambiopiracicaba.com.br

Flexchange
Av. Comendador Luciano Guidotti, 520 – Higienópolis ‎
(19) 9296-4254 ‎/ 3041-1818
www.flexchange.com.br

Lastro Piracicaba
Av. Independência, 350 – sala 151 – Centro
(19) 3432-3614 / 3422-4712
www.lastro.com.br

K20 Tour
Av. Torquato da Silva Leitão, 505 – sala 3 – São Dimas
(19) 3377-0020
www.k20cambio.com.br

Viptur Noblesstur
Av. Saldanha Marinho, 1277- Alemães
(19) 3434-1822

LOCADORAS DE CARROS

Para cadastrar seu estabelecimento envie email para setur@piracicaba.sp.gov.br

Alugue Brasil
Rua Saldanha Marinho, 1568 – São Judas
(19) 3435-5222
www.aluguebrasil.com.br

Avis Rent a Car
Av. Doutor Cássio Paschoal Padovani, 1300 – Morumbi
(19) 3124-8000
www.avis.com.br

Hertz
Av. Doutor Paulo de Moraes, 639 – Centro
(19) 3412-5005
www.hertz.com.br

Localiza Rent a Car
Rua Edu Chaves, 1804 – Vila Independência
(19) 3434-4949
www.localiza.com

Morada Locadora de Veículos
Av. Independência, 2627 – Centro
(19) 3433-2344

Unidas Rent a Car
Av. Independência, 3329 – Alemães
(19) 3434-0197
www.unidas.com.br/piracicaba

SERVIÇOS PÚBLICOS

Água e esgoto – 115
Câmara de Vereadores – (19) 3403-6500
Correios e telégrafos – (19) 3434-8533
Corpo de Bombeiros – 193
Defesa Civil – 199
Guarda Civil – 153
Hospital Santa Casa de Misericórdia – (19) 3417-5000
Pelotão Ambiental
– (19) 3426-1996
Plantão de Farmácias – 136
Polícia Civil – 197
Polícia Militar – 190
Polícia Rodoviária – (19) 3424-2872
Prefeitura de Piracicaba – (19) 3403-1000
PROCON – 151
Samu – 192
Secretaria Municipal de Turismo – (19) 3403-1270 / (19) 3422-5115
Serviço de Informações à População156
Teleresponde – (19) 3433-5000 – www.teleresponde.com.br
Terminal Rodoviário Intermunicipal – (19) 3433-8003
Terminal Central de Ônibus – (19) 3417-1600
Via Ágil – consulta de itinerários e horários de ônibus urbano – 0800 7703553
VIVO – 102

TRANSPORTES - TÁXIS / ÔNIBUS

Táxi Bairro Centro/Rua Boa Morte – (19) 3422-4174
Táxi Bairro Alto – (19)  3422-5454
Táxi Bairro Paulista – (19) 3422-3547
Cooperativa de Taxistas de Piracicaba – (19) 2532-9700/3382-9230
Av. Manoel Conceição nº 820 – Vila Rezende
(http://ctpiracicaba.com.br)

Terminal Rodoviário Intermunicipal
Avenida Armando de Salles de Oliveira, 2277
(19) 3433-8003

Terminal Central de Integração – TCI
Avenida Armando de Salles Oliveira, 2001
(19) 3417-1600

Terminal do Bairro Paulicéia – TPA
Avenida São Paulo, 1500
(19) 3433-1488

Terminal do Bairro Piracicamirim – TPI
Avenida Alberto Vollet Sachs, 2200
(19) 3426-1090

Terminal do Bairro Vila Sônia – TVS
Rua Corcovado, s/n.
(19) 3425-1191

Terminal do Bairro CECAP – TCE
“ Francisco Giannetti ”
Alameda Marcílio Dias, s/n.
(19) 3414-2288