Foto: Antonio Trivelin
Menu
Guias
Pesquisa de Demanda Turística da Rua do Porto
 
Número de Páginas: 99Ano de Publicação: 2013
Sinópse:
O objetivo geral desta pesquisa é o levantamento do número de visitantes na Rua do Porto, o perfil do turista e a percepção dos comerciantes e artesãos sobre a demanda local. O trabalho foi realizado com alguns parâmetros distintos de atuação, nos meses de Outubro, Novembro e Dezembro de 2013, sendo os pontos de pesquisa: o Engenho Central (passarela pênsil); o Largo dos Pescadores; o Centro Gastronômico; e o Parque da Rua do Porto.
Foi feita uma pesquisa quantitativa de percepção com os comerciantes, autônomos e artesãos estabelecidos no Complexo Turístico, sendo entrevistados 29 comerciantes e/ou artesãos no período. Uma contagem eletrônica de movimentação realizada nos finais de semana, feriados e dias úteis, por 2h no período das 8h à 20h. E uma pesquisa quantitativa, in loco, realizada no método face a face com os visitantes da Rua do Porto localizados nos quatro eixos principais de atuação: Parque da Rua do Porto, Engenho Central (Ponte Pênsil), Largo dos Pescadores e Centro Gastronômico. Foram realizadas 400 entrevistas em três dias do mês de novembro, e para a contagem, foram considerados os visitantes do Complexo Turístico da Rua do Porto, residentes ou não em Piracicaba, de qualquer idade, em situação de visita, nos meses de novembro e dezembro de 2013.
As datas foram definidas aleatoriamente, independente de eventos que estivessem ocorrendo no momento da abordagem. Segundo a empresa que realizou a pesquisa, a margem de erro é de 4,5% sob um intervalo de confiança de 95%.
Números da Rua do Porto
Nos dias úteis, os moradores de Piracicaba são os que representam o maior volume de fluxo no local. Ao todo, 63,97% do movimento de seus estabelecimentos são provenientes de Piracicaba. Os visitantes a trabalho representam 15,44% e os turistas nacionais, 12,56%.
Nos finais de semana, a percepção de movimento altera-se de forma significativa. O morador de Piracicaba já não é a maioria entre os visitantes locais. Aos sábados e domingos, o piracicabano representa 45,86%. O movimento turístico internacional quase que dobra e chega a 7,21%. Os turistas nacionais já representam um quarto de toda a demanda, respondendo por 24,34% da flutuação turística.
Download do Arquivo